A primeira cena de restaurante em um filme brasileiro

Um malandro paulistano dos anos 1920 acreditava que morar na cadeia, com “boia” e cama providos pelo governo, seria a melhor maneira de ganhar a vida – muito melhor do que trabalhar, mendigar ou roubar. Ao longo dos 40 minutos do filme Fragmentos da Vida, dirigido pelo cineasta José Medina (1894-1980) e lançado em 1929, o vagabundo sonhador cria inúmeras…