Galos no fogão a lenha

As rinhas ou lutas de galos já foram tidas como um esporte e eram mais comuns do que se pode imaginar hoje. Sem fazer apologia a elas, o gaúcho Rodrigo Agra Balbueno, nascido em 1965 e hoje morador de Brasília, lembra-se do tempo em que o destino das aves “competidoras” era quase sempre a panela de…

O sorriso da mãe

Uma infinidade de conhecimentos é transmitida pela mãe que ensina o filho a cozinhar. O moço, por sua vez, busca nessa aula particular algo que vai além de acertar o cozimento do feijão e fazer o ovo frito mais que perfeito. Ao pedir para aprender, ele diz (sem dizer) que se importa (e que precisa)….

“O porco, para engordar, o caminho do chiqueiro tem que afundar”

É com a voz e o olhar de fotógrafo, convertidos em palavra escrita, que o mineiro Lilo Clareto, nascido em Passos, 1960, fala de suas memórias de comida e afeto. O depoimento fotográfico quase nos faz “enxergar” o aroma das quitandas que escapa pela porta da cozinha. E as conversas também. A história contada pelo Lilo, mansa, num crescente…

O frango da saudade refogada no açafrão

Dalva Estela de Azevedo tem 37 anos. Ela cresceu no bairro paulistano de Cidade Patriarca e, muito antes de se mudar para Joanesburgo, viveu ali junto de sua numerosa família. Depois de alguns dias indecisa sobre a memória que iria compartilhar no Fatias, foi preparando um almoço que a ideia surgiu. Era 23 de maio de…

O sonho recheado de goiabada

Luis Carlos Cocito Guimarães nasceu em Bernardino de Campos, interior de São Paulo, em 1966. Cresceu em Santo André e hoje vive em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Ouvindo o Questão de Gosto, na CBN, Guimarães conta que ficou mexido com uma história de sua infância, do tempo em que a mãe…

O arroz com suã que alimentava meio mundo

Atelobrobio, escreve Regina Pereira. Uma palavra que pede um espelho. Oi, responde alguém que se pensa borboleta, grande coisa, e começa a ler a carta. Mineira de Juruaia, nascida em 1956, Regina cresceu na Vila Albertina, zona norte de São Paulo. Ela, que carrega desde sempre uma casa de Minas dentro de si, escolheu pintar a…

O ensopado de pescoço de peru com agrião

Caroline Maciel Lauar nasceu em Belo Horizonte, em junho de 1980. A carta para o Lembraria ela escreveu de Munique, na Alemanha, cidade em que vive atualmente. O que lhe dá água na boca é uma receita dos tempos em que morou no Espírito Santo e por ela definida como “as mil possibilidades da impossibilidade”….

As panquecas fritas da vó Sofia

Paulistano da Mooca, Henrique Martin tem 38 anos e vive, hoje, na Vila Monumento. Pelo som de sua voz neste depoimento por escrito, podemos suspeitar que um monumento ele também seria capaz de erguer para as inesquecíveis panquecas fritas de queijo preparadas por sua avó lituana que, segundo ele, era péssima cozinheira. Minha avó lituana (mãe…

O pêssego em calda com creme de leite

A memória de gosto da Ana Paula Amaral do Carmo tem sabor de despedida e de recomeço. Vamos deixar que ela conte a história do pêssego em calda que sua mãe lhe pediu e ela serviu em copo simples, desses de bar, como um último desejo. Ana é paulistana da Penha, nascida em agosto de 1971….

A sopa de pão do Seu Sabino e da Dona Odete

A sopa de pão é minha primeira lembrança de gosto. Podia ser pão perdido, esquecido ou novo. Era doce e montada na caneca de alumínio meio amassada. Rasgo o pão, derramo café e leite e polvilho açúcar. Naquele tempo [1981, 1982], quando encontrava no meio da sopa um miolo cheio de manteiga, sabia que havia sido premiada…