Infância vivida, carne ensopada

em

Magda Lúcia Pereira nasceu em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Ela mora em São Bernardo do Campo, região metropolitana de São Paulo. Mas é de outro lugar que Malu, como costuma ser chamada, pega sua fatia de memória. A carne ensopada com vagem contém o aroma de uma infância “vivida, e não passada”, rodeando as panelas da avó Conceição no bairro de Bangu, no Rio de Janeiro.

Minha fatia de memória está carinhosamente guardada entre as preciosas lembranças de minha infância vivida, e não passada, enfatizo o ‘vivida’, com minha avó Conceição, lá em Bangu.

Aquela maravilhosa carne ensopada com vagem cuidadosamente preparada — hoje consigo perceber isso com clareza e saudade –, em panela de alumínio batido, fogo baixo e lentamente, o que permitia exalar por mais tempo aquele maravilhoso cheiro de comida caseira escolhida, planejada e enriquecida pelo amor e carinho de minha avó.

O tempo que partilhávamos ao redor da mesa, as histórias e experiências compartilhadas…quanta vida. Sinto muita saudade do gosto daquele tempo… sabor que insisto fazer presente em minha vida e de minha família.

***

Este depoimento deu origem a um verbete em O dicionário das comidas impossíveis, que surge das respostas ao questionário Fatias de memória.

Clique aqui para contar sua história e nos ajudar a preencher esse relicário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s