Ovo equilibrado na colher

“Virginia atravessa a porta. Sente que controla totalmente a personagem que é Virginia Woolf e, como aquela personagem, tira o casaco, pendura-o e desce até a cozinha para falar com Nelly sobre o almoço.

Na cozinha, Nelly está abrindo a massa. Nelly é ela mesma, sempre ela mesma, sempre grande e corada, majestosa, indignada, como se tivesse vivido a vida toda numa era de glórias e moderação que terminou, para todo o sempre, uns dez minutos antes de você entrar no aposento. Virginia se maravilha com ela. Como é que se lembra de ser, como é que consegue, todos os dias e todas as horas, ser tão exatamente a mesma?

– Olá, Nelly, Virginia fala.
– Olá, madame. Nelly se concentra no trabalho, como se o rolo estivesse revelando escritos apagados, mas ainda legíveis, na massa.
– É uma torta para o almoço?
– É, sim, madame, pensei em fazer uma torta de carne de carneiro, sobrou um pouco de ontem e como a senhora começou a trabalhar logo de manhã, nós nem nos falamos.

(…)

Nelly ergue a massa com uma competência primorosa e a ajeita na assadeira. O movimento terno, experiente, faz Virginia pensar numa troca de fraldas e, por instantes, sente-se como uma menina testemunhando, com espanto e fúria, a impenetrável competência da mãe.”

Em 1999, Michael Cunningham levou o prêmio Pulitzer por As Horas (Companhia das Letras, 1999). O romance foi adaptado para o cinema em um filme dirigido por Stephen Daldry. Os trechos acima (p. 72 e 73 da 3a. reimpressão), narram, em parte, um encontro entre Virginia Woolf e sua cozinheira Nelly.

O ano é 1923 e Virginia, perturbada, tece Mrs. Dalloway. Para ela, um dia de trabalho (quando consegue escrever) é um “frágil impulso”, é como “um ovo equilibrado numa colher”. A autora se desafia a entrar em contato com Nelly, uma mulher simples na própria complexidade e que em praticamente tudo se opõe à vulnerável figura íntima, a ameaçadora e delicada imagem que Virgina tem de si mesma e se esforça enormemente para domar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s